8 de julho de 2015

Alemães investem menos no PIM

Por Jhemisson Marinho

Principal economia da Europa e uma das mais importantes do mundo, a Alemanha voltou a aparecer entre os dez maiores investidores estrangeiros na indústria amazonense, depois de ficar de fora em 2013. Mas o que pode parecer uma retomada das relações comerciais, “esconde” uma crise mais profunda no setor.

O avanço dos alemães, ainda que pequeno, se deu pela queda maior de quem estava na frente – Áustria, Canadá e Finlândia. Quando olhamos apenas para os números do gigante europeu, vemos que o investimento no PIM em 2014 foi o menor em sete anos, conforme os dados mais recentes divulgados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Juntas, as 11 empresas com capital germânico investiram US$ 38 milhões na indústria amazonense no último ano. Para comparar, o valor investido em 2008 foi de US$ 194 milhões, o que significa uma queda de 80%. Vale lembrar que 2008 foi o ano em que eclodiu a crise econômica no mundo, a maior desde a quebra da Bolsa de Nova York, em outubro de 1929, dando início à Grande Depressão.

Para ver a matéria completa garanta esta edição da Revista PIM Amazônia, ou faça sua assinatura.