6 de abril de 2015

Coaching ainda engatinha no Amazonas

Por Jhemisson Marinho

Poucas empresas do Amazonas já descobriram as vantagens de investir no Coaching, uma ferramenta que funciona como uma espécie de ‘raio-x empresarial’ para identificar os erros e acertos da companhia e melhorar o desempenho através de novas práticas. Porém, o processo de ‘descoberta’ começa a andar em um ritmo mais intenso neste início de ano.

É o que apontam especialistas em Coaching ouvidos pela REVISTA PIM AMAZÔNIA. “Em 2015, vemos uma forte tendência das empresas em investirem nas suas pessoas com vistas a questões de inovação e melhorias, em incrementar processos que possibilitem menor custo”, apontou Elaine Jinkings, que é sócia da Elaine Jinkings & Consultores e ex-presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos do Amazonas (ABRH-AM). A consultora de RH destaca a maior demanda pelos serviços neste início de ano.

“As empresas estão demandando propostas de treinamento, de Coaching executivo para melhorar a parte de gestão de pessoas e motivá-las a se engajar, se comprometer”, explicou a especialista. Marinaldo Matos, executivo especialista em Coaching e membro da Sociedade Brasileira de Coaching (SBCoaching), conta que o mês de março é quando se começa a execução daquilo que foi organizado entre o final de dezembro e janeiro, já que em fevereiro houve o carnaval.

Para ver a matéria completa garanta esta edição da Revista PIM Amazônia, ou Faça sua assinatura.