9 de junho de 2016

Empregos contra a crise

O mercado de trabalho é o fronte econômico mais abalado pela atual crise econômica brasileira, cuja melhora ainda não é visível no horizonte. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), compilados pelo Ministério do Trabalho e do Emprego, informam que os dois maiores Estados da região Norte, Amazonas e o Pará, extinguiram 11.928 e 11.062 postos de trabalho com carteira assinada no acumulado do primeiro trimestre, respectivamente.

O setor mais demissionário no Amazonas foi a indústria, ao passo que a construção civil concentrou os desligamentos no Pará. Em todo o país, o total de empregos eliminados chegou a 319.150 no mesmo período.

Para ver a matéria completa garanta esta edição da Revista PIM Amazônia, ou faça sua assinatura.