6 de janeiro de 2017

Empresas do Amazonas e Pará investem em boas práticas de RH

capaNa contramão da crise, melhores empresas para trabalhar cresceram 20%

Mesmo diante de um cenário de crise que o Brasil enfrenta nos últimos dois anos, que fez o Produto Interno Bruto (PIB) recuar em 4%, as Melhores Empresas Para Trabalhar conseguiram crescer mais de 20%.

A ‘receita’ para esse incremento está no fato de que essas organizações investiram na construção de um ambiente de trabalho estimulante, que demandou tempo, dinheiro e paciência.

As 11 empresas premiadas pelo Instituto Great Place to Work (GPTW) na Região Amazônica contaram com o apoio de colaboradores dispostos a se lançar, dar mais de si em tempos de dificuldade, o que gerou resultados satisfatórios. As informações demográficas desta 1ª edição da pesquisa na região são relativas ao ano de 2015, que contou com quase 40 concorrentes inscritas, representando 29,45 mil colaboradores nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Apenas oito empresas do Amazonas e três do Pará passaram pelo crivo do instituto.

A pesquisa faz um diagnóstico do ambiente de trabalho da organização, onde tudo funciona com resultados. No levantamento feito com os funcionários é medido o nível de confiança com relação às práticas culturais em gestão de pessoas consideradas essenciais para gerar excelentes ambientes de trabalho.

Essas práticas também são avaliadas por meio dos documentos preenchidos pelas empresas. Além de ser uma importante ferramenta de competitividade para o mercado, as empresas participantes do prêmio agregam valor à sua marca e aumentam sua credibilidade. O julgamento foi realizado pelos funcionários de cada empresa que responderam a uma pesquisa de forma confidencial.

Para ver a matéria completa compre agora a sua edição da Revista PIM Amazônia, ou faça sua assinatura digital e leia agora mesmo.