11 de maio de 2018

Fontes de energia sustentável para a indústria

Por Laura Freitas

 

O evento aconteceu no Novotel Manaus, com início às 15hs30 às 17hs. Foto: Heider Betcel

A energia elétrica por meio da irradiação solar e a co-geração de energia térmica foram os temas do 1º Encontro Fontes de Energia Sustentável, ocorrido ontem (10) no Distrito Industrial. O evento faz parte do Circuito PIM Amazônia e apresentou os principais pontos destas matrizes energéticas.

Segundo o engenheiro Sérvio Salazar, da Noroeste, as duas energias geram eletricidade, mas de fontes diferentes. “A energia elétrica solar é unicamente proveniente do sol, enquanto a co-geração parte de processos químicos simultâneos que geram outros tipos de energia, como a térmica, por exemplo”, explica.

O engenheiro da Cummins-SP, Carlos Silami, complementa que as duas formas de energia visam o bem comum de reduzir o custo financeiro para seus consumidores, aliado à mínima agressão possível ao meio ambiente.   “A co-geração de energia já é amplamente usada ao redor do mundo, e dentro do Brasil, a Região Sudeste também já abraçou a causa. Contudo, a Região Norte começa descobrir recentemente esta alternativa energética e estamos aqui para dar todo este suporte avaliativo e financeiro aos interessados”, completa Silami.

 

O público presente, em sua maioria, foi de profissionais do Distrito Industrial. Foto: Heider Betcel

Uma das participantes do evento, a doutoranda em Ciências Ambientais e Sustentabilidade, Vanessa Reis, parabenizou a iniciativa do evento em difundir alternativas energéticas mais limpas ao ramo empresarial. “É muito importante que as indústrias conheçam e façam adesão a meios que diminuam os impactos ambientais resultantes de suas atividades, uma vez que elas são as maiores consumidoras de energia elétrica e geradoras de resíduos sólidos”, conclui, destacando a responsabilidade ambiental que as empresas precisam colocar mais em prática.

Também presente no encontro, a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas menciona que já possui alguns projetos em desenvolvimento de energia sustentável e que está trabalhando para explorar mais alternativas como as mencionadas nas palestras.

 

Realizado pela Editora Balponte, o encontro reuniu aproximadamente 60 pessoas, e contou com o patrocínio da Noroeste. O segundo encontro sobre o tema está previsto para o próximo mês de junho.