8 de maio de 2015

Inovação melhora o crescimento sustentável da empresa

Fundador do Moscatel Bar & Açúcar, Renato Higa Moraes, fala sobre a escolha do planejamento de implementação do sistema de gestão antes de abrir uma empresa. Prática é considerada inovadora entre os empreendedores.

 

Um cenário bem comum entre pequenas e médias empresas com pouco tempo no mercado são empreendedores atentos para o uso das ferramentas de TI, que otimizam a gestão de negócios, somente quando se dão conta da capacidade de produção ou administração está muito além.

No mercado atual é bem comum entre pequenas e médias empresas, empreendedores com pouco tempo de mercado, se preocuparem com usos de ferramentas de TI, somente quando se dão conta que a capacidade de produção ou administração é um sistema muito mais complexo do que eles imaginam. As ferramentas de TI aperfeiçoam a gestão de negócios, e a nova geração tem surgido no mundo dos negócios com ideias de empresas que já nascem com um conceito forte de inovação. É o caso do Moscatel Bar & Açúcar, criado por Renato Higa Moraes no bairro da Bela Vista, em São Paulo. Moraes conta que traçou planos de criação baseado no suporte de softwares de gestão que controlam estoque, produção, venda e atendimentos. “Pensar em tecnologia no momento em que se pretende abrir uma empresa tem se configurado como uma estratégia de empreendedores mais jovens e se tornará algo comum no futuro”, aponta.

Transformar uma boa ideia em um negócio inovador não é tarefa fácil, principalmente no caso das micro e pequenas empresas. Para reconhecer e incentivar negócios inovadores no Amazonas foi realizada, em maio de 2014, a primeira Competição de Planos de Negócios do Amazonas, que premiou três iniciativas de base tecnológica. O coordenador da Fucapi Incubadora de Tecnologia (FIT) foi responsável pelo evento, Euler Guimarães, informou que a intenção foi reconhecer e apoiar, não apenas as ideias, mas iniciativas existentes. “Os negócios de acordo com a proposta da nossa incubadora puderam ser integrados. E ainda, receberam o acompanhamento”, afirmou.

A diretora-presidenta da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), Maria Olívia Simão, destacou a importância da inovação para o empreendedorismo no Estado. “Queremos trazer a cultura para as micro e pequenas empresas do Amazonas”, frisou. Segundo ela, a inovação envolve riscos, principalmente na pequena empresa, negócio que tem um capital muito reduzido para investir. “Porém, se não inovam, essas empresas podem ser rapidamente eliminadas do mercado por outras que fazem alguma coisa similar e conseguem realizar algum incremento”, afirmou.

Confira a entrevista de Renato Moraes:

Fonte:http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,quando-inovar-beneficia-o-crescimento-sustentavel-da-empresa,1674065 http://www.portalamazonia.com.br/editoria/atualidades/competicao-premiara-empresas-inovadoras-do-amazonas/