16 de setembro de 2014

Setor de Bens de Informática tem segurança para novos investimentos no PIM

 

Por Camila Carvalho

 

A prorrogação da Zona Franca de Manaus (ZFM) por 50 anos, a partir de 2023, e dos benefícios da Lei de Informática (8.248/91) por mais 10 anos devem trazer às empresas segurança para investimentos em médio e longo prazo no Polo Industrial de Manaus (PIM), segundo representantes do setor.

De acordo com dados dos indicadores de desempenho do PIM divulgados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus, os bens de informática foram responsáveis por 15,28% do faturamento do Polo de janeiro a abril deste ano.

A prorrogação da vigência da Lei de Informática, aprovada pela Câmara dos Deputados em junho deste ano, pelo Senado em julho, e promulgada pelo Congresso Nacional em 5 de agosto deste ano, beneficia, diretamente os polos do setor instalados em São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco.

 

 Para ver a matéria completa garanta a sua Revista PIM! Já nas bancas.