25 de novembro de 2014

Setor Químico em decréscimo em 2014

Por Margarida Galvão

  

Com um crescente volume de investimento, o setor Químico do Polo Industrial de Manaus (PIM) fechará 2014 com uma baixa de até 3% no faturamento em relação a 2013.

Segundo dados dos Indicadores de Desempenho do PIM elaborados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (ZFM) e divulgados em agosto deste ano, o polo Químico faturou, de janeiro a agosto de 2014, US$ 2.8 bilhões, 11,83% do faturamento do PIM. O valor representa 59,93% dos US$ 4.7 bilhões faturados ao longo de todo o ano de 2013, mas não deve ultrapassar US$ 3.5 bilhões, segundo estimativas da Suframa e do Sindicato das Indústrias Químicas e Farmacêuticas de Manaus.

Em reais, o Polo Químico faturou, até agosto deste ano, segundo os Indicadores de Desempenho do PIM divulgados pela Suframa, R$ 6,4 bilhões, 11,81% do faturamento do PIM, correspondentes a 63,21% dos R$ 10,2 bilhões faturados de janeiro a dezembro de 2013.

Nos últimos seis anos, o setor Químico do Polo Industrial de Manaus atingiu US$ 24.8 bilhões, segundo dados da Suframa, com ápice no período de 2010 a 2013, quando foram faturados, em média, US$ 4.9 bilhões anuais.

 

Para ver a matéria completa garanta a sua Revista PIM! Já nas bancas.