1 de fevereiro de 2017

SUFRAMA descarta 50 toneladas de papel para reciclagem

Dando continuidade ao descarte sustentável de papeis da SUFRAMA, a Associação de Reciclagem e Preservação Ambiental (Arpa) iniciou, nesta quinta-feira (26), a coleta de aproximadamente 50 toneladas de papel referentes aos Protocolos de Ingresso de Mercadoria Nacional (PINs) dos anos de 2007 e 2008. A coleta será realizada até a próxima semana na Central de Fiscalização Rodoviária (CFR) e no prédio Anexo II da SUFRAMA.

De acordo com o presidente da Arpa, Raul Lima, a previsão é de que todo o material seja recolhido em aproximadamente 5 dias. O processo de coleta e reciclagem envolve todos os 42 membros da Associação. “Parte da equipe faz a coleta e os demais tratam o material em nossa sede para que seja transformado em matéria-prima”, explicou. Todo o papel transformado na unidade da Arpa é comercializado para indústrias fabricantes de papel higiênico e papel toalha, gerando emprego e renda aos associados.

O descarte é autorizado pelo Arquivo Nacional e aprovado pela Comissão Permanente de Avaliação de Documentos (Copad) da SUFRAMA, atendendo, ainda, ao Decreto nº 5.940/2006, que institui a separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis.

Até o momento, a SUFRAMA já descartou 130 toneladas de papel, sendo 100 toneladas referentes aos PINs de 1983 a 2006, e 30 toneladas provenientes das unidades descentralizadas. Para isso, a Copad realizou um processo de licitação sem fins lucrativos, em maio de 2016, onde a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis (Nova Recicla) e a Arpa foram habilitadas via Termo de Compromisso para atuarem no descarte dos documentos da SUFRAMA pelo período de um ano, sendo os seis primeiros meses concedidos à Nova Recicla e o período restante à Arpa.

registrado em: