4 de março de 2016

Temos que rever a Lei de Incentivos Fiscais

que o Estado tem pessoal capacitado para compor um grupo de trabalho para essa finalidade. Pioneiro no Distrito Industrial de Manaus, Hanan ajudou a instalar sua primeira indústria – a Companhia Industrial Amazonense (CIA) –, para produzir estanho. Mas, considera que o modelo de desenvolvimento lastreado pelo PIM é limitado para as atuais necessidades do Amazonas e defende a necessidade de melhor infraestrutura energética para desenvolver o interior e dotar o Estado de alternativas econômicas que se agreguem à ZFM. Nesta entrevista exclusiva para a Revista PIM Amazônia, o executivo fala ainda do atual cenário econômico, dos desafios do Polo Industrial de Manaus e perspectivas para 2016.

Para ver a matéria completa garanta esta edição da Revista PIM Amazônia, ou faça sua assinatura.